Catástrofes Naturais

Loading...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Catástrofes

O que são catástrofes?
Catástrofes são perturbações no equilíbrio dos ecossistemas.
Existem dois tipos de catástrofes:
  • Catástrofes Naturais
  • Catástrofes Antrópicas
As catástrofes naturais são qualquer acidente que ocorra sem intervenção directa do Homem com consequências graves para o equilíbrio dos ecossistemas e para as populações humanas. Ex: -sismos; vulcões; tempestades; inundações; secas; incêndios.

Tempestades
Perturbações da atmosfera manifestadas por chuva intensa, vento e trovoada.

Inundações
Acumulação de grandes quantidades de água em locais habitualmente secos.
Prevenções:
  • Aumentar as áreas florestadas nas margens dos rios.
  • Evitar as construções nos leitos de cheias dos rios.
Secas
Caracterizam-se por longos períodos de muito baixa ou inexistente pluviosidade.
Medidas de Protecção:
  • Reflorestação
  • Arborização
Sismos
Movimentos bruscos da crusta terrestre, de curta duração, relacionados com a Tectónica de Placas.
Tsunamis
Relacionados com o epicentro a pequena profundidade na crusta oceânica.
Medidas de protecção:
  • Construção Antisísmica
  • Barreiras de protecção das ondas
Vulcões
Aberturas na crusta terrestre por onde se libertam materiais do interior da Terra.
Consequências:
  • Forte impacto nos ecossstemas e civilizações
Incêndios
Resultam na presença de 3 factores: combustível, oxigénio e fonte cabrífica.
Medidas de protecção:
  • Diversificação da floresta
  • Vigilância eficaz
As catástrofes antrópicas são as que ocorrem com intervenção directa do Homem com consequências graves para o equilíbrio dos ecossistemas e para as populações humanas. Ex: -a guerra; o terrorismo; a poluição do solo, da água e do ar.

Poluição
Degradação do meio ambiente.

Poluição do solo
As principais causas são os adubos, os herbicidas e os pesticidas, usados na agricultura.
Consequências:
  • Contaminação de aquíferos
  • Morte de microorganismos, plantas e animais do solo e dos animais que destes se alimentam.
Poluição da água
As principais causas são os derrames petrolíferos, os efluentos industriais e os pesticidas usados na agricultura.
Consequências:
  • Doenças como a gastroenterite, otite, infecções da pele e intestinais
  • Febre tifóide e cólera
  • Morte de peixes e outros organismos
Poluição do ar
As principais causas são a emissão de gases e poeiras para a atmosfera.
Consequências:
  • Aumento do Aquecimento Global e do Efeito de Estufa
  • Destruição da camada de ozono
  • Chuvas Ácidas
Efeito de Estufa
Fenómeno resultante da retenção na atmosfera do calor reflectido pela superfície terrestre.
Gases do Efeito de Estufa:
  • Dióxido de carbono
  • Metano
  • Vapor de água
  • Clorofluorcarbonetos
Consequências:
  • Aumento das catástrofes naturais
  • Degelo nos polos e subida do nível dos oceanos
  • Degelo nos glaciares de montanhas
  • Avalhanches
  • Invernos mais rigorosos e frios
  • Imersão de regiões costeiras
  • Extinsção de espécies
  • Secas
  • Tempestades
  • Inundações
Buraco na camada de ozono
Originado pelos gases clorofluorcarbonetos (CFC).
A camada de ozono situa-se na estratoesfera e tem a função de filtrar a nociva radiação ultra-violeta.
Consequências:
  • Incapacidade de filtração da radiação ultra-violeta
  • Tumores malignos na pele e cataratas nos olhos
  • Alterações genéticas e extinção de espécies.
Chuvas Ácidas
Precipitação de líquidos atmosféricos com acidez inferior a 5.
Formam-se por reacção entre os poluentes ácidos e a água da chuva.
Gases que originam as chuvas ácidas
  • Dióxido de enxofre
  • Óxido de azoto
Consequências
  • Destruição da vegetação
  • Desgaste de monumentos
Desflorestação
As florestas estão a desaparecer vítimas do abate de árvores.
As florestas estão a desaparecer vítimas dos incêndios provocados e incêndios naturais
Causas:
  • Chuvas Ácidas
  • Construção excessiva
  • Desordenamento urbano

Sem comentários:

Enviar um comentário