Catástrofes Naturais

Loading...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Teste (fui eu que fiz)

Nome: ____________________________

Ano: ___    Nº ___   Turma: ____     Data:___/___/_____


1. Lê o texto com atenção.

     O sismo do Haiti de 2010 foi um terremoto catastrófico que teve o epicentro na parte oriental da península de Tiburon, a cerca de 25 km da capital haitiana, Porto Príncipe, e foi registrado às 16h53m10s do horário local, na terça-feira, 12 de Janeiro de 2010. O abalo alcançou a magnitude 7,0 na escal de Richter e ocorreu a uma profundidade de 10 km. O Serviço Geológico dos Estados Unidos registrou uma série de pelo menos 33 réplicas sismológicas, 14 das quais eram de de magnitude 5,0 a 5,9. O Comité Internacional da Cruz Vermelha estima que cerca de três milhões de pessoas foram afectadas pelo sismo; o Ministro do Interior do Haiti, Paul Antoine Bien-Aimé, antecipou em 15 de Janeiro que o desastre teria tido como consequência a morte de 100 000 a 200 000 pessoas.
     O terremoto causou grandes danos a Port-au-Prince, Jacmel e outros locais da região. Milhares de edifícios, incluindo os elementos mais significativos do património da capital, como o Palácio Presidencial, o edifício do Parlamento, a Catedral de Notre-Dame de Port-au-Prince, a principal prisão do país e todos os hospitais, foram destruídas ou gravemente danificadas. A Organização das Nações Unidas informou que a sede da Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (MINUSTAH), localizada na capital, desabou e que um grande número de funcionários da ONU haviam desaparecido. A morte do Chefe da Missão, Hédi Annabi, foi confirmada em 13 de janeiro pelo presidente René Préval.












1.1 Define o conceito de catástrofe natural.

2. 
2.1 Indica o local onde ocorreu o sismo.

2.2 Define sismo.

2.3 Dá um exemplo de outra catástrofe natural que também ocorre devido aos sismos.

2.4 Dá dois exemplos de medidas de protecção/prevenção para os sismos.

1
2

3
4
6
5










3. Completa a legenda:

     1. _______________         2. _______________          3. _______________
   
     4. _______________         5. _______________          6. _______________


4. Completa com V (verdadeiro) ou F (falso) as seguintes afirmações. Corrige as falsas.

a) As cheias são grandes quantidades de água em locais habitualmente secos. ____
b) Uma das prevenções para as cheias é aumentar as construções no leito dos rios. ____
c) As secas caracterizam-se por longos períodos de muito alta pluviosidade. ____
d) Os sismos são movimentos bruscos da terra, de longa duração, relacionados com a Tectónica de Placas. ____
e) Uma medida de protecção aos sismos é haver a construção anti-sísmica.
f ) Os vulcões são aberturas na crusta terrestre por onde se libertam materiais do interior da Terra. ____




5. Com traços liga as catástrofes ao tipo de catástrofes.

          Tempestades -  
          Terrorismo -
          Sismos -                                                         - Catástrofes Naturais
          Poluição -                                                      - Catástrofes Antrópicas
          Guerra -
          Secas -
          Poluição -
          Erupções -

7.
7.1 Define catástrofes antrópicas.

7.2 Dá para cada alínea duas causas para acontecer...
          
          a) a poluição do solo ____________________ e ____________________
          b) a poluição da água ____________________ e ____________________
          c) a poluição do ar ______________________ e ____________________

7.3 Diz três consequências da poluição do a




8. O efeito de estufa tem várias consequências, assinala com (X) as afirmações verdadeiras.

Aumento e agravamento das catástrofes naturais ___
Degelo nos polos e descida do nível dos oceanos ___
Avalanches ___
Invernos cada vez mais quentes ___
Aumento da diversificação de espécies ___
Secas e inundações ___
Imersão de regiões costeiras ___

Catástrofes

O que são catástrofes?
Catástrofes são perturbações no equilíbrio dos ecossistemas.
Existem dois tipos de catástrofes:
  • Catástrofes Naturais
  • Catástrofes Antrópicas
As catástrofes naturais são qualquer acidente que ocorra sem intervenção directa do Homem com consequências graves para o equilíbrio dos ecossistemas e para as populações humanas. Ex: -sismos; vulcões; tempestades; inundações; secas; incêndios.

Tempestades
Perturbações da atmosfera manifestadas por chuva intensa, vento e trovoada.

Inundações
Acumulação de grandes quantidades de água em locais habitualmente secos.
Prevenções:
  • Aumentar as áreas florestadas nas margens dos rios.
  • Evitar as construções nos leitos de cheias dos rios.
Secas
Caracterizam-se por longos períodos de muito baixa ou inexistente pluviosidade.
Medidas de Protecção:
  • Reflorestação
  • Arborização
Sismos
Movimentos bruscos da crusta terrestre, de curta duração, relacionados com a Tectónica de Placas.
Tsunamis
Relacionados com o epicentro a pequena profundidade na crusta oceânica.
Medidas de protecção:
  • Construção Antisísmica
  • Barreiras de protecção das ondas
Vulcões
Aberturas na crusta terrestre por onde se libertam materiais do interior da Terra.
Consequências:
  • Forte impacto nos ecossstemas e civilizações
Incêndios
Resultam na presença de 3 factores: combustível, oxigénio e fonte cabrífica.
Medidas de protecção:
  • Diversificação da floresta
  • Vigilância eficaz
As catástrofes antrópicas são as que ocorrem com intervenção directa do Homem com consequências graves para o equilíbrio dos ecossistemas e para as populações humanas. Ex: -a guerra; o terrorismo; a poluição do solo, da água e do ar.

Poluição
Degradação do meio ambiente.

Poluição do solo
As principais causas são os adubos, os herbicidas e os pesticidas, usados na agricultura.
Consequências:
  • Contaminação de aquíferos
  • Morte de microorganismos, plantas e animais do solo e dos animais que destes se alimentam.
Poluição da água
As principais causas são os derrames petrolíferos, os efluentos industriais e os pesticidas usados na agricultura.
Consequências:
  • Doenças como a gastroenterite, otite, infecções da pele e intestinais
  • Febre tifóide e cólera
  • Morte de peixes e outros organismos
Poluição do ar
As principais causas são a emissão de gases e poeiras para a atmosfera.
Consequências:
  • Aumento do Aquecimento Global e do Efeito de Estufa
  • Destruição da camada de ozono
  • Chuvas Ácidas
Efeito de Estufa
Fenómeno resultante da retenção na atmosfera do calor reflectido pela superfície terrestre.
Gases do Efeito de Estufa:
  • Dióxido de carbono
  • Metano
  • Vapor de água
  • Clorofluorcarbonetos
Consequências:
  • Aumento das catástrofes naturais
  • Degelo nos polos e subida do nível dos oceanos
  • Degelo nos glaciares de montanhas
  • Avalhanches
  • Invernos mais rigorosos e frios
  • Imersão de regiões costeiras
  • Extinsção de espécies
  • Secas
  • Tempestades
  • Inundações
Buraco na camada de ozono
Originado pelos gases clorofluorcarbonetos (CFC).
A camada de ozono situa-se na estratoesfera e tem a função de filtrar a nociva radiação ultra-violeta.
Consequências:
  • Incapacidade de filtração da radiação ultra-violeta
  • Tumores malignos na pele e cataratas nos olhos
  • Alterações genéticas e extinção de espécies.
Chuvas Ácidas
Precipitação de líquidos atmosféricos com acidez inferior a 5.
Formam-se por reacção entre os poluentes ácidos e a água da chuva.
Gases que originam as chuvas ácidas
  • Dióxido de enxofre
  • Óxido de azoto
Consequências
  • Destruição da vegetação
  • Desgaste de monumentos
Desflorestação
As florestas estão a desaparecer vítimas do abate de árvores.
As florestas estão a desaparecer vítimas dos incêndios provocados e incêndios naturais
Causas:
  • Chuvas Ácidas
  • Construção excessiva
  • Desordenamento urbano